segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

outro dia foi assim...


a mesma água

agora turva.

o mesmo dia

agora cinza.

a mesma sensação

agora esvazio.

o mesmo corpo

agora frio.

e nem é domingo.

agora chove

e nem o arco-íris apareceu.

agora ouço riso de criança

e nem sei por quê,

silencio-me no som metálico do balanço da praça em noite de lua cheia.

Um comentário:

  1. Lindo, Silvinha! Bom saber que existe seu cantinho por aqui...

    Bjos,
    Davi.

    ResponderExcluir